sábado, 15 de maio de 2010

COISA LINDA DE SE LER...E DE PENSAR...

"ACASO"
"Cada um que passa em nossa vida,passa sozinho, pois cada pessoa é única e nenhuma substitui outra.
Cada um que passa em nossa vida,passa sozinho, mas não vai só nem nos deixa sós.
Leva um pouco de nós mesmos,deixa um pouco de si mesmo.
Há os que levam muito,mas há os que não levam nada.
Essa é a maior responsabilidade de nossa vida,e a prova de que duas almas não se encontram ao acaso. "
(Antoine de Saint-Exupéry)

Antoine-Jean-Baptiste-Marie-Roger Foscolombe de Saint-Exupéry filho do conde e condessa de Foscolombe (29 de junho de 1900, Lyon - 31 de julho de 1944, Mar Mediterrâneo) foi um escritor, ilustrador e piloto da Segunda Guerra Mundial.
Suas obras foram caracterizadas por alguns elementos em comum, como a aviação, a guerra. Também escreveu artigos para várias revistas e jornais da França e outros países, sobre muitos assuntos, como a guerra civil espanhola e a ocupação alemã da França.
Faleceu durante uma missão de reconhecimento sobre Grenoble e Annecy. Em 3 de novembro, em homenagem póstuma, recebeu as maiores honras do exército. Em 2004, os destroços do avião que pilotava foram achados a poucos quilômetros da costa de Marselha. Seu corpo jamais foi encontrado.
Principais Obras
O aviador (1926);
Correio do Sul (1928);
Vôo Noturno (1931);
Terra de Homens (1939);
Piloto de Guerra (1942);
O Pequeno Príncipe (br) - O Principezinho (pt) (1943).
Cidadela (1948)-
Cartas ao Pequeno Príncipe

(Fonte Wikipédia)

Nenhum comentário:

Postar um comentário